5 Dicas Infalíveis Para Memorizar Leis, Normas e Códigos Para a OAB

Sempre houve uma comparação da memória humana com de computadores e máquinas. Há relatos dessas comparações já nas épocas antigas, com a máquina de vapor ou mesmo com relógio. Mas, o que se sabe mesmo é que a memória humana é extremamente complexa. Se você está estudando para a OAB e deseja memorizar leis deve saber muito bem disso.

É um verdadeiro desafio saber o modo como a memória funciona e de como ela armazena dados novos, ao mesmo tempo em que preserva dados antigos. A memória do ser humano tem a capacidade de interpretar grupos de palavras, armazenar significados e juntá-los a outros futuros que ainda irão aparecer. E isto enquanto este mesmo cérebro cuida das funções corporais como respirar, olhar, sentir.

 

Pode-se afirmar que o cérebro humano é um supercomputador.

Mas homens e mulheres não estão satisfeitos com sua própria memória e buscam cada vez mais expandi-la. Muitos desejam uma memória capaz de lidar com números, ou mesmo se apropriar dela para decorar leis, códigos e normas.

E como está chegando o exame da Ordem dos advogados do Brasil, vale a pena buscar novas formas de se utilizar esta dádiva, a memória, de forma mais efetiva. E aqui vão algumas dicas de como desenvolver a memória e torná-la uma aliada em tempos de provas e exames.

Não precisa de muito para que a sua memória seja exercitada, basta simples ações, que se praticadas, poderão trazer bons resultados. Seguem algumas dicas.

bigstock-mixed-race-ollege-student-9445262

Desenvolva uma técnica fotográfica

A primeira delas é desenvolver uma técnica fotográfica. Ou seja, ser capaz de reter palavras e imagens somente olhando. Isso é possível? Para muitos isso é possível. Basta que se atenha a descrever os elementos principais e guarda-los na mente. Com relação a leis será preciso ler procurando palavras chave. E guardar na mente.

Faça cartões

E neles coloque o que acha mais importante memorizar. Perguntas e respostas ajudam bastante. Ponha em um lado a pergunta e no outro, a resposta. Deixe no lugar de fácil acesso, como em bolsos, ou mesmo no celular. E ao longo do dia, quando puder, pode dar uma olhada, e memorizar. O segredo aqui é a constância.

 

Escreva e reescreva

Faça isso até sentir que se apropriou do conteúdo. Para muitos o fato de escrever facilita na hora de lembrar informações. A chave é reescrever várias vezes o conteúdo. Uma dica é usar cores diferentes em cada tópico.

Ouça a informação

Para isso grave em um aparelho MP3, ou mesmo no celular e, de vez em quando ouça. Seria interessante gravar com sua própria voz. A quantidade de vezes em que fizer isso te dará mais e mais intimidade com o assunto. Constituição em Áudio grátis!

Ensine a outros o que já aprendeu

Outra maneira de memorizar o que se aprendeu é procurar ensinar, passar para outros o seu conhecimento. Isso fará com que você não esqueça. Um grupo de estudos ajuda muito nessa questão. Cada um se responsabiliza por uma parte, e todos repassam para todos.

O que achou dessas dicas? Que tipo de técnica de memorização você usa na hora de estudar para a OAB? Comente abaixo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *