Multiple choice examination form or customer service satisfaction survey

8 Dicas para Passar na OAB de uma Vez

Terminando o curso de Direito e já temendo o exame da ordem? A prova é conhecida por ser bem cabeluda, mas uma boa preparação e controle emocional com certeza podem te fazer toda diferença! No texto de hoje, vamos te dar 8 dicas para passar na OAB de uma vez! Leia e fique preparado para essa etapa tão importante de sua carreira como advogado!

Atualize-se

Essa dica pode até parecer óbvia para quem ainda não começou a se preparar, mas quando os estudos apertam é muito comum se esquecer desse detalhe. Lembre-se de ficar de olho nas mudanças na legislação, pois atualizações nas jurisprudências e leis costumam cair nas provas!

 

Tenha disciplina

A preparação para o exame certamente é exaustiva, e ficar sentado estudando por muito tempo não é nada fácil, mas com disciplina e autocontrole você vai conseguir!

Separe o seu horário de estudos, dedique-se diariamente e encare a preparação como algo inadiável. Para conquistar a aprovação, você precisará abrir mão de algumas coisas, mas lembre-se de que será recompensado quando for aprovado e foque esse objetivo.

Faça simulados com provas anteriores

É fácil ter acesso às provas do ano anterior. Fazer simulados com essas provas vai fazer com que você tenha ideia de como dividir o tempo das questões.

Não responda ao simulado digitando as respostas, é importante que ele seja escrito à mão para que você tenha mais controle sobre o tempo que irá precisar e do espaço que irá utilizar. Use o caderno de prova da OAB para treinar e se familiarizar.

Faça sínteses à sua maneira

Uma das melhores formas de absorver o conteúdo estudado é fazendo resumos, mas nem todo mundo trabalha melhor escrevendo. Se preferir, experimente gravar resumos falados ou use imagens para sintetizar e ilustrar o conteúdo.

Se conseguir sintetizá-lo com clareza e fidelidade, significa que você está dominando bem o assunto. Depois, é claro, vale rever o que você produziu para relembrar cada ponto.

 

Escolha uma área e dedique-se a ela

Na segunda fase, uma parte da avaliação é específica sobre a área que você escolher, por isso, não se esqueça de que, atualmente, as provas não são estritamente teóricas: elas envolvem muito do dia a dia do profissional e a resolução dos casos.

O alívio ao passar na primeira etapa é enorme, mas passados os primeiros momentos de euforia, parta para a preparação da segunda parte!

Treine sua redação

Escreva peças práticas como habeas corpus, mandatos de segurança, recursos e petições. Há muitas reprovações pelo fato do candidato não saber expressar suas ideias de forma clara e concisa, por isso exercite sua habilidade de condensar as ideias e de se expressar!

Estude português

Outra falha comum dos candidatos é não estudar o português. Tão importante quanto ter domínio do conteúdo é saber escrever corretamente sem erros de grafia, pontuação e concordância.

Caso sinta necessidade, participe de cursos de gramática e redação forense. Não tenha vergonha de pedir auxílio para pessoas com mais experiência como professores e profissionais da área: sempre que possível, peça para que avaliem seus textos e corrija os erros jurídicos e de português.

Não se esqueça do gabarito

Já pensou fazer a prova inteira com a maior segurança e, no final, se esquecer de preencher o gabarito?! Para não cometer esse erro fatal, divida o tempo de forma a deixar ao menos 20 minutos para o preenchimento do gabarito.

Responder às questões mais fáceis primeiro é uma boa estratégia para administrar melhor seu tempo e não perder a hora de passar as respostas com cuidado. Lembre-se ainda de que não pode haver rasuras no gabarito.

Pronto para começar a estudar? Siga as nossas dicas e comente compartilhando as suas estratégias, queremos saber como você estuda!