Como Escolher a Melhor Matéria para a Segunda Fase da OAB

O famoso Exame da Ordem é o mais importante de todos para um estudante de Direito, e por este motivo, ele é considerado o norte para praticamente todos os aspirantes a advogado do Brasil na atualidade. Mas uma questão importante sempre acaba causando algum tipo de problema para os candidatos que fazem a inscrição: qual a melhor matéria para a segunda fase da OAB?

Pois é para ajudar aos candidatos que fazem a inscrição para o Exame da Ordem que nós vamos dar algumas dicas para que todos possam ter condições para escolher a melhor matéria para a segunda fase deste exame.

Busque pela afinidade

A primeira coisa que os professores e especialistas no Exame da Ordem costumam dizer para os candidatos que ainda estão em dúvida sobre como escolher a melhor disciplina para a segunda fase do exame é procurar pela afinidade.

Ou seja, ter afinidade com a matéria escolhida é fundamental para que se tenha sucesso, pois do contrário, tudo fica muito mais difícil, já que alguns candidatos podem cometer o erro de acreditar que de fato há algumas matérias mais fáceis do que outras, o que não é verdade.

Portanto, o ideal e mais indicado é fazer com que se escolha a matéria que se tem mais afinidade, ou seja, aquela que o candidato já estudou mais e já conhece mais, para não ter surpresas ou dificuldades.

 

Fuja das lendas

Voltando ao que foi dito anteriormente, há um mito que diz que há matérias que são mais fáceis do que outras, o que simplesmente não é verdade, já que todos os professores e especialistas atestam que isto não existe e que não passa de lenda.

Portanto, para ter sucesso na sua escolha da matéria para a segunda fase procure sempre fugir das lendas que sempre povoam este tipo de situação, pois ao fazer uso destas lendas, o candidato só alimenta uma verdadeira bobagem sem igual, e só diminui as suas chances de ter sucesso.

Explore suas experiências

trainee-grd

Um candidato que já fez estágio, por exemplo, deve sempre, na opinião dos especialistas e dos professores, explorar as suas experiências, procurando optar por uma matéria que tenha relação direta com elas.

Há uma série de exemplos de candidatos que estagiaram em áreas que têm relação com matérias do Exame da Ordem, e que, portanto, fizeram a escolha mais que lógica de escolher matérias para a segunda fase do exame com base nestas experiências.

As chances aumentam muito mais quando o candidato tem algum tipo de afinidade, como já dito anteriormente, mas elas praticamente dobram quando este candidato escolhe uma matéria que está diretamente relacionada com algum tipo de experiência que ele já tenha em vida.

 

Escolha e se prepare!

Outra dica, que pode parecer óbvia, infelizmente não é tão seguida quanto deveria pelos candidatos para o Exame da Ordem: depois de escolher, se preparar muito para a segunda fase.

Portanto, se você escolheu a matéria para a segunda fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, procure se preparar muito bem para este momento, não se esquecendo de sempre procurar estudar em cima das questões relacionadas com a matéria escolhida, pois deste modo, suas chances aumentam consideravelmente.

Faça exercícios voltados para o que você escolheu, procurando realizar o treino da escrita das respostas de modo detalhado, para que você domine cada ponto importante, especialmente das peças processuais.

Ao fazer isto, você também passa a ter mais chances de otimizar a utilização do tempo durante a realização do Exame da Ordem, já que você não precisará de muito tempo para pensar e também para escrever suas respostas.

Faça também um curso preparatório, para que realmente todos os detalhes da matéria que você escolheu para a segunda fase do Exame da Ordem sejam absorvidos por meio de explicações feitas por um profissional gabaritado e preparado.

E procure esclarecer suas dúvidas sempre que elas aparecerem, para que no dia da prova você não esteja cheio delas e simplesmente não consiga reunir condições para se sair bem no Exame da Ordem.

As Matérias mais escolhidas

escolha_oab_2-635x396

Por serem as mais abrangentes na opinião dos especialistas, o fato é que as matérias que são mais escolhidas pelos candidatos para a segunda fase do Exame da Ordem são as seguintes:

Direito Penal, Direito do Trabalho e Direito Civil.

Por conta disto, há as lendas que apontam para a suposta “verdade” de que estas matérias seriam mais fáceis do que as outras, mas a grande realidade por trás deste mito é que estas matérias são bem complexas, igualmente em comparação com as demais.

Além do Direito Penal, do Direito do Trabalho e do Direito Civil, há também o Direito Administrativo, o Direito Constitucional, o Direito Empresarial e o Direito Tributário, compondo o total das sete áreas que surgem na segunda fase do Exame da Ordem.

Os especialistas no assunto apontam para o fato de que todas as sete áreas apresentam dificuldades e se tornaram mais complexas ao longo dos anos, o que seria o motivo para não se acreditar na ideia tola de que alguma destas provas poderia ser mais fácil do que as outras.

Portanto, mais uma vez é aconselhável para o candidato que ele paute sua escolha com base na afinidade e também nos seus conhecimentos, pois ao ignorar estes dois pontos, as chances de se dar mal serão muito maiores.

As áreas que mais aprovam

Apesar de não haver consenso sobre se há ou não provas mais fáceis do que outras, o fato é que segundo levantamento da própria OAB, é possível determinar quais são as matérias que mais aprovam na segunda fase do Exame da Ordem.

Segundo este levantamento, o Direito Constitucional é sem sombra de dúvidas a matéria que mais aprova candidatos, com um índice de 31,35% de aprovação de pessoas.

A segunda matéria que mais aprova na segunda fase do Exame da Ordem é o Direito Civil, que tem um índice de 28,7 % de aprovação, seguido do Direito Empresarial, com índice de 20% de aprovação de candidatos.

No entanto, apesar destes números, os especialistas seguem lacônicos ao dizer que não há como afirmar que há provas e matérias que sejam mais fáceis do que outras na segunda fase do Exame da Ordem.

O fato é que muitos são os fatores que devem ser levados em conta na hora de se analisar estes números, pois eles também podem esconder o fato de que há uma proporção entre procura e aprovados que pode deixar claro que há maior procura por algumas matérias do que por outras, o que pode interferir no resultado.

Mas mesmo com esta afirmação contrária à ideia de que há matérias mais fáceis do que outras na segunda fase do Exame da Ordem, a verdade é que os candidatos seguem se guiando por este tipo de coisa, fazendo das matérias que mais aprovam as matérias que são mais procuradas também.

Então, para você que ainda tem dúvidas sobre esta questão, a dica fica por conta do que foi dito anteriormente: procure escolher a matéria com base nas suas afinidades e também com base nos seus conhecimentos, pois deste modo você terá muito pouco com o que se arrepender.

O que achou dessas dicas? Você já escolheu a sua matéria de segunda fase? Conta pra gente nos comentários abaixo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *