Lançado o Edital para o XV Exame da Ordem

Ontem, 29 de setembro, a OAB divulgou o Edital para o XV Exame da OrdemA inscrições podem ser feitas até o dia 13 de outubro e a taxa de inscrição custa R$ 200 (para os candidatos de baixa renda, durante esse período, também é possível solicitar a isenção da taxa). A prova será realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

oab-2014

PRIMEIRA FASE

No dia 16 de novembro, das 13h às 18h, será realizada a Primeira Fase, com uma prova objetiva. Esta etapa é composta por 80 questões de múltipla escolha sobre disciplinas profissionalizantes obrigatórias e integrantes do currículo do curso de Direito, além de Direitos Humanos, Código do Consumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, Direito Ambiental, Direito Internacional, Filosofia do Direito, Código de Ética, entre outros.

 

SEGUNDA FASE

A Segunda Fase da Prova será no dia 11 de janeiro de 2015. Nesta etapas os candidatos passarão por uma prova composta por quatro questões discursivas e uma peça profissional da área do direito em que optaram no ato da inscrição, como por exemplo: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Penal, etc.

Estão aptos para realizar o Exame da Ordem: graduados em Direito de qualquer ano ou estudantes do último ano do curso de graduação em direito ou dos dois últimos semestres.

Lembramos que pelas regras de repescagem da OAB, quem já passou na primeira fase do último exame mas não foi aprovado na segunda fase, pode solicitar a participação direta na segunda fase desta nova edição.

O edital na Íntegra pode ser Baixado Aqui.

Para realizar sua inscrição Clique Aqui.

Inscreva-se o quanto antes e boa sorte na preparação!

Não importa se você já tentou outras vezes ou vai fazer a prova pela primeira vez, o importante é dedicação nos estudos e acreditar que você pode! Então, Mãos à obra!

Se você já vivenciou essa experiência ou está se preparado para este Exame deixe abaixo seu comentário sobre essa fase. É muito importante pra gente. Até mais!

 

 

14 comments

  1. ñ gosto das provas ,gostaria de passar ..ok

  2. Vamos Passar

  3. Acho as provas bem dificeis, tudo bem que tem que haver avaliação, mas já se tornou um concurso, cada vez mais complicados, eles facilitaram agora o reaproveitamento pra quem passou na primeira e não na segunda, mas em compensação, dificultaram mais a segunda fase e caro pra danar, acho que vai se dar bem quem gostar do que faz e se empenhar, um exame não significa nada, enfim, ainda precisamos desse exame, paciencia.

  4. Emanuella de Oliveira

    Vamos Passar.

  5. qual o valor e como pagar

    • Boa tarde Ademir,

      Nesse caso como você já adquiriu o nosso produto uma vez, você tem direito as atualizações sem custo.
      Estou enviando agora o link do material atualizado com instruções de como baixa-lo, e quais programas você precisa ter instalado em seu computador para abrir o conteúdo.

      Bons estudos!

  6. filomeno vieira silva

    Prezada Amanda, já comprei o material oferecido por vocês. Gostaria de receber as atualizações. desde já agradeço.

  7. filomeno vieira silva

    Já adquirir o material vendido por vocês. Gostaria de receber as atualizações. desde já agradeço.

  8. Astulio Nunes da Mata

    Então. Em primeira leitura, sou contra o exame da ordem. Em segundo, transparece confraria, agrupamento, grupos com intenções mercantilistas (OAB, cursinhos, etc), com o nítido interesse de explorar ainda mais o aluno, que sacrificou-se por 5 anos, pagando faculdade. Explico: ACHO O EXAME DESONESTO POR DEMAIS.
    Senão, vejamos: Na faculdade por 5 anos, estudando teoria, leis, enunciados, etc. Raras oportunidades se tem a possibilidade do estágio. Porquanto, cobrar numa prova, conhecimento da vida profissional de quem já está a 5, ou 10 anos na profissão, é no mínimo incoerente e desonesto. Como me fazer entender algo que ainda não vivi ? Há situações nos enunciados, que muitos advogados, antigos na profissão, não vivenciaram. Então, é ilógico, querer que o bacharel, ou estudante, o saiba. A MANEIRA DE CONFECIONAR OS ENUNCIADOS, é a meu ver, injusto e desonesto. E depois, uma taxa nessas alturas,representa um mero interesse de fazer fortuna. Não peço desculpas. Relato o que penso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *