Oito Erros Básicos Ao Definir Metas

Em meu trabalho como Coach, a questão de metas e objetivos é um assunto recorrente. O motivo é simples: a maioria das pessoas que procuram o Coaching tem em mente alguma coisa que desejam conquistar, algum objetivo que desejam atingir.

PIER E ILHANa semana passada, iniciei um processo de Coaching com um novo cliente, Paulo1. Logo na primeira sessão, Paulo contou a razão por haver me procurado para ajudá-lo em seu projeto de vida, disse ele:

“. . . eu estava refletindo sobre as últimas metas que estabeleci para mim mesmo, e percebi que tudo começou da maneira correta, eu estava fazendo progresso, me sentia bem em relação ao que estava fazendo e estava animado com as possibilidades futuras. Mas, de repente, as  coisas começaram a mudar. Uma sensação de inércia passou a rondar em minha cabeça, e comecei a achar que minhas metas estavam demorando mais do que eu tinha imaginado para serem concluídas, e comecei a me sentir desmotivado e a ideia da desistência passou a ficar mais presente em meus pensamentos . . .”.

Algo parecido já se passou com você em algum momento de sua vida?

Na verdade, Paulo não parou para olhar o que já havia alcançado, aliás, ele nem mesmo sabia quais as etapas a seguir para alcançar seu objetivo. Por isso, terminou perdendo a direção e o foco.

Satellite

Esse episódio que acabei de contar é muito mais comum do que você pode imaginar, e pode acontecer a qualquer momento com cada um de nós. O fato é que a maior parte das pessoas não tem clareza sequer de onde quer chegar, e muito menos do caminho a seguir.

Neste post, vou comentar alguns erros básicos que as pessoas cometem ao definir objetivos e estabelecer metas. Leia com atenção e aprenda como reconhecer esses erros para que você possa evitá-los em sua jornada rumo a conquista do sucesso que você deseja neste momento de sua vida.

 

ERRO 1 : NÃO LEVAR EM CONTA A REALIDADE

Quando você está explorando possíveis objetivos, é normal soltar a imaginação e voar alto, de forma realmente ambiciosa. É importante pôr de lado as objeções e sonhar grandes sonhos.

No entanto, uma vez que você tenha estabelecido uma meta, certifique-se de que ela é realista, e que você pode realmente alcançá-la no período de tempo estipulado.

CASTELO NAS NUVENS

Por exemplo, se o seu objetivo é participar de um campeonato de xadrez que inicia no próximo mês, é completamente irreal você se inscrever e ter algum sucesso, mesmo nas eliminatórias, se você recém começou a aprender a jogar. Você até poderá participar algum dia e ter real sucesso, mas, nesse momento, essa não é uma meta real para você.

Para definir metas realistas, é interessante utilizar uma ferramenta do tipo SMART GOAL (a qual será explicada detalhadamente em breve num próximo post). Essa ferramenta ajuda a garantirque seus objetivos são específicos, mensuráveis, atingíveis, relevantes e possuem um prazo determinado para serem atingidos.

ERRO 2: NÃO PRESTAR ATENÇÃO AOS DIVERSOS ASPECTOS DA VIDA

Imagine que você trabalha com vendas e acabou de escrever a sua lista de metas para o próximo ano. Você se comprometeu a aumentar suas vendas em vinte por cento, candidatar-se a uma promoção e ler um livro de liderança por mês.

Embora essa seja uma boa lista e possível de ser alcançada, há um potencial problema: esses objetivos se concentram apenas em sua carreira. Você omitiu completamente os outros aspectos que fazem parte de sua vida.

Muitas vezes, as pessoas se concentram exclusivamente no seu trabalho ao definir suas metas e objetivos. No entanto, você não pode negligenciar outras atividades que você também precisa cuidar, nem mesmo aquelas destinada à diversão e alegria.

ASPECTOS DA VIDA

Metas como escrever um livro, competir em uma corrida, passar mais tempo com a família ou fazer um jardim em casa, também podem ser extremamente importantes para a sua felicidade e bem estar, como também para incrementar sua própria produtividade no trabalho.

Portanto, quando você for definir suas metas, certifique-se de que estão em equilíbrio com seus objetivos nas outras áreas de sua vida. Lembre-se de que a noção de sucesso e de equilíbrio varia de pessoa para pessoa e pode também variar no decorrer de sua própria existência.

 

É muito útil você utilizar uma ferramenta do Coaching chamada Roda da Vida para compreender quais áreas de sua vida você precisa dar mais atenção neste momento e como está o equilíbrio entre os aspectos que você considera importantes pra seu sucesso e felicidade.

ERRO 3: SUBESTIMAR O TEMPO PARA CONCLUSÃO DAS METAS

Quantas vezes uma tarefa ou projeto acabou levando mais tempo do que você esperava? Provavelmente, mais vezes do que você pode contar. Você também pode dizer o mesmo em relação aos objetivos que definiu no passado.

Se você NÃO estipular um tempo exato para a conclusão de suas metas, você pode desanimar e terminar desistindo de realizar seu objetivo. A questão é que qualquer coisa pode tirar seu foco e adiar a conclusão do que precisa ser feito para alcançar o objetivo quando você não tem uma data fixada para concluir seus trabalhos.

É importante ter um plano de ação e estratégias de programação efetivas ao planejar seus objetivos. Da mesma forma, é fundamental cumprir com o plano elaborado.

Uma dica é você adicionar um tempo extra para os atrasos e contratempos, mas assegure-se de que esse tempo extra faz parte do plano e tenha em mente que é um tempo extra, ou seja, que a meta ainda é cumprir com o planejado no tempo previsto. A vantagem de planejar um tempo extra em sua estimativa é que você vai se sentir menos pressionado em relação as datas e cumprimentos de prazos.

ERRO 4 : NÃO APRENDER COM OS PRÓPRIOS ERROS

Não importa o quão duro você trabalhe, você vai deixar de atingir algumas metas de tempos em tempos. Isso pode acontecer com qualquer um de nós e não é uma experiência muito agradável.

No entanto, suas falhas podem ajudar a moldar seu caráter. As falhas também contêm lições que podem mudar sua vida para melhor, se você tiver a coragem de assumir a responsabilidade e aprender com elas.

Por isso, não fique chateado se você não conseguir alcançar algum objetivo.  Reflita e observe suas atitudes e seu comportamento, e  tome nota dos pontos onde você errou e use esse conhecimento para alcançar seus objetivos da próxima vez.

ERRO 5 : ESTABELECER METAS COM A CABEÇA DOS OUTROS

É muito conhecida a influência do meio em que vivemos, da família, dos amigos ou até mesmo de seu chefe, nos objetivos que definimos. Talvez eles pensem que sabem o que é melhor para nós, ou talvez eles queiram que a gente tome determinado caminho ou faça determinadas coisas.

É possível entender que é importante você ter um bom relacionamento com essas pessoas, especialmente sua família, e que você precisa fazer, dentro do razoável, o que o seu chefe pede ou manda.

No entanto, seus objetivos precisam ser seus e não de qualquer outra pessoa. Por isso, seja educadamente assertivo, explique seus motivos quando necessário, mas estabeleça seus próprios objetivos, defina suas próprias metas e faça aquilo que você realmente quer para sua própria vida.

 

ERRO 6 : NÃO AVALIAR O ANDAMENTO DO PLANO DE AÇÃO

É preciso de tempo para atingir objetivos e você pode ter a sensação de que não está fazendo muito progresso. Muitas vezes parece que a gente anda, anda e não sai do lugar. Essa sensação é derivada da falta de critérios na avaliação de seus trabalhos em busca de determinado objetivo.

Por isso, é importante fazer um balanço de tudo o que você já realizou em intervalos regulares de tempo. Definir pequenos objetivos, celebrar a conquista de cada pequeno avanço e analisar o que você precisa fazer para seguir em frente. Não importa o quanto as coisas pareçam lentas, se você estiver trabalhando com metas definidas e acompanhando seu progresso, provavelmente estará avançando, mesmo que você veja ainda longe o resultado final desejado.

EXEcutiva

Lembre de que durante a execução de seus planos, é possível aproveitar a oportunidade para atualizar suas metas, em momento específicos, aproveitando a experiência que adquiriu até aquele momento.

Tudo na vida está em constante movimento, então é normal e mesmo saudável você se perguntar: Minhas prioridades mudaram?  Preciso reservar algum tempo extra para uma atividade ou objetivo particular? Meus planos estão andando conforme o planejado? Os pontos de controle estão ajudando a medir meu progresso?

É possível rever suas metas e objetivos, as coisas não são definitivas nem estáticas, por isso não tenha medo de alterar suas metas caso ache isso necessário. O importante é manter seus planos de sucesso e manter-se focado em seu objetivo.

ERRO 7 : ESTABELECER OBJETIVOS NA FORMA NEGATIVA

A forma que você define e pensa sobre o seu objetivo pode influenciar o modo como você se sente a respeito desse mesmo objetivo, além de poder, inclusive, determinar se você vai conseguir atingir o objetivo determinado.

Por exemplo, muitas pessoas têm o objetivo de “perder peso”. No entanto, esse objetivo tem uma conotação negativa, pois está focado no que você não quer: excesso de peso.

Uma maneira positiva de reformular esse objetivo é dizer que você quer ser mais saudável.

POSITIVO NEGATIVO

Outro exemplo de um objetivo negativo é: não ficar até mais tarde no trabalho. Uma maneira positiva de reformular esse objetivo é: passar mais tempo com a família.

Objetivos negativos não são emocionalmente atraentes, o que faz com que seja mais difícil se concentrar neles. Portanto, reformule todos os objetivos negativos, estabelecendo uma forma positiva para cada um deles, e você vai se surpreender o quanto essa simples mudança pode facilitar sua caminhada.

ERRO 8: ESTABELECER MUITAS METAS

Quando você começa a estabelecer metas, podem aparecer muitas coisas que você quer realizar ao mesmo tempo. Então, você define vários objetivos e traça diversas metas e deseja ver tudo realizado em um instante. Lembre-se do que falei acima sobre o equilíbrio e sobre a Roda da Vida, é importante pensar de forma global, mas também é importante saber priorizar e dividir seu trabalho e energia.

O problema em relação a definir muitas metas é que você tem um limite de tempo e energia. Se você tentar se concentrar em muitos objetivos diferentes de uma só vez, você poderá não conseguir dar a atenção necessária que cada objetivo merece.

ALVOS-MUITOS

Para ajudar, acredito que seja interessante usar a regra de “mais qualidade e menos quantidade” ao estabelecer metas. Defina a importância relativa de tudo o que você quer realizar ao longo dos próximos seis a doze meses. Em seguida, escolha não mais do que três ou quatro metas para se concentrar, independentemente de ter outros objetivos rodando em segundo plano.

Lembre-se: o sucesso de seus trabalhos para atingir uma meta repousa em manter o foco em apenas algumas coisas de cada vez. Se você limitar o número de objetivos e metas, você terá o tempo e energia necessária para fazer as coisas de forma muito mais produtiva e conseguirá atingir todos os seus objetivos e cumprir todas as suas metas de modo muito mais rápido.

 

Finalizando, é bom lembrar:

Viver uma vida sem definir objetivos e estabelecer metas é como velejar sem rumo. Sem saber onde quer chegar é bem provável que você acabe em algum lugar que você não gostaria de ir ou fique rodando em círculos sem chegar a lugar algum. Por isso, é muito importante definir seus objetivos e traçar suas metas para que você possa realizar seus planos e alcançar todos os seus sonhos.

Lembre-se de que é preciso evitar os erros básicos que mencionamos neste post, pois cair nessas armadilhas pode fazer você se sentir desanimado, questionar suas habilidades, ou até mesmo desistir de conquistar o sucesso que deseja.

A boa notícia é que você estará muito mais propenso a realizar seus sonhos se você souber como evitar esse erros. Ter uma clara consciência da existência dessas armadilhas é o primeiro passo.

Em nosso curso O Código do Sucesso, temos um módulo inteiro destinado especificamente ao estudo e análise dos principais métodos utilizados em Coaching para ajudar você a definir objetivos, estabelecer metas e conquistar o sucesso desejado.

______________

1Paulo é um nome fictício, tendo em vista o sigilo necessário para seguir os padrões éticos utilizados por Coaches profissionais.

REFERÊNCIA: Este post foi publicado originalmente no site www.jlalbrecht.com.br

 

5 comments

  1. Olá, muito bom, gostei de ler os oito erros, alguns desses erros realmente tem tentado me atingir, mas eu não aceitei e continuei a minha caminhada, e após eu descobrir esses abençoados BRUNO SETTE E PAULO SETTE, tem me ajudado muito nos meus estudos e precisarei mais agora que estou me preparando para prova da OAB.

    Atenciosamente,

    Joarme Gumieiro.

  2. Excelente e nada surreal.
    Muito estigante!!!!
    Parabéns.

  3. gostei,agora vou passar, pois é meu foco..e desejo .Rumo a carteira vermelha .ja me vejo com ela na mão.Conto com voces .obrigada lucia

  4. Muito Útil e Cortês, com aqueles que desagarraram de seus desafios, e perdem muito tempo , para regrarem novamente suas prioridades. Vai direto aos pontos fracos e importantes de ação e resultados. Parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *