Simulados para a OAB: por que eles são tão importantes?

Você se inscreveu para prestar o Exame de Ordem e está se preparando para começar a estudar, mas como se organizar? Ao elaborar o seu plano de estudos, não esqueça de reservar um bom tempo para resolver as questões dos exames anteriores — aqueles disponíveis na internet — em cada uma das matérias indicadas no edital.

Em geral, os candidatos costumam focar seu tempo apenas na revisão doutrina e da legislação presente no Vade Mecum, se esquecendo de colocar em prática o que já aprenderam. Justamente porque têm a falsa impressão de que é mais importante acumular conhecimento e deixar a matéria na ponta da língua — porém, não é bem assim.

Colocar em prática o que você acabou de revisar também tem suas vantagens e, pensando nisso, a seguir apresentamos 4 motivos que mostram como os simulados para a OAB podem fazer mais diferença nos estudos do que você imagina. Confira!

1. Ajuda a treinar para o tempo de prova

Se você já fez o exame alguma vez ou leu o edital com atenção, então já sabe que terá apenas cinco horas para resolver as 80 questões objetivas da 1ª fase. No entanto, considerando o elevado grau de exigência da prova, esse tempo pode ser insuficiente ou demasiadamente curto para ler e resolver cada uma delas com tranquilidade.

Mas, o contrário também pode acontecer se você já estiver familiarizado com a duração desse período. Ao praticar em casa, exatamente nas mesmas condições, o tempo deixa de ser uma preocupação a mais na hora da prova. Sem contar que, dessa forma, você conseguirá reduzir o tempo de resolução de cada questão, mesmo que aos poucos.

2. Ajuda a manter a calma e concentração

Assim como em relação ao tempo, é importante que o candidato também já esteja habituado com as pressões naturais que surgem no momento da prova: o nervosismo e a preocupação.

Portanto, ao realizar o simulado em casa, procure reproduzir as mesmas condições de ambiente que você encontrará na hora de fazer a prova. Escolha um lugar silencioso, reserve tempo suficiente para praticar, tenha foco total nas questões e procure evitar qualquer tipo de distração ou interrupção — isso o ajudará a desenvolver calma e concentração na hora de fazer a prova.

3. Permite que você conheça e se acostume com o estilo da prova

Assim como nos concursos públicos, em que os candidatos estudam de acordo com as características e o nível de exigência de cada banca organizadora, com a prova da OAB a situação é semelhante. Então, dominar as artimanhas da comissão é o primeiro passo para se dar bem no certame.

Para quem não sabe, o exame é elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a mesma que realiza concursos de esferas estaduais, como defensorias públicas e Assembleias Legislativas. Ela gosta de realizar provas imprevisíveis, além de cobrar os detalhes e as exceções, datas, notas de rodapé e novidades. Sendo assim, somente com a prática você descobrirá quais são as preferências da banca e os temas mais cobrados.

4. Ajuda a identificar quais conteúdos que você tem mais dificuldade

Resolver questões é a melhor forma de avaliar como anda o seu desempenho para a prova e descobrir onde estão as suas deficiências. Com base nas matérias em que obteve menos acertos, você poderá se dedicar e redobrar os estudos para ir em busca de um resultado melhor na próxima vez.

Também é interessante anotar a quantidade de erros e acertos de cada simulado que você fizer, para que possa comparar com os próximos. Dessa forma, você terá noção se está evoluindo e onde precisa focar mais nos estudos.

Como vimos, é importante que você alterne o seu tempo com a revisão dos assuntos de cada matéria e com a resolução de questões, principalmente na reta final dos estudos. Os simulados para a OAB funcionam como uma espécie de feedback do seu desempenho e é um treino bem qualificado que você fará para o dia da prova.

Ficou convencido? Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato com a gente e obtenha agora mesmo algumas questões das provas anteriores da OAB e garanta boas notas em sua prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *